​E-BOOK GRATUITO: Benzimento com Louro

​E-BOOK GRATUITO: Benzimento com Louro

Aprenda a fazer um Benzimento PRÁTICO e SIMPLES que vai ajudar você e sua família abrir caminhos, eliminar negatividades e para Melhorar a sua saúde física e espiritual!

Nunca mandaremos SPAM para você.

Planta medicinal – Hortelã Japonesa

Planta medicinal – Hortelã Japonesa

Hortelã Japonesa

Botânica

Nome científico: Mentha arvensis L. var. piperacens Holmes.

Sinonímia: hortelã–do-Brasil; vique, hortelã– pimenta, hortelã–das–cozinhas.

Origem e descrição da planta: erva exótica originária do Japão, essa espécie é muito aromática, de cheiro característico, forte, penetrante e refrescante, sendo as suas folhas opostas, providas de um curto pecíolo e de margens dentadas.

Planta medicinal - Hortelã japonesa ou vick

Cultivo

Hábito de crescimento: erva.

Ciclo da planta: embora perene, na região Nordeste a hortelã – japonesa passa a ser anual.

Propagação: mergulhia dos ramos ou estaquia das pontas dos ramos.

Forma de cultivo: em canteiros, com espaçamento de 30 cm entre plantas x 30 cm entre fileiras.

Solo: prefere os solos férteis e ricos em matéria orgânica.

Adubação: colocam-se 20 kg de composto orgânico ou esterco de curral bem curtido para cada 2 m² de canteiro, 10 dias antes do plantio.

Durante o desenvolvimento da plantação, realizam-se 3 adubações por ano, sempre após as podas e após a colheita, espalhando o adubo sobre o canteiro.

Irrigação: irrigar duas vezes por dia.

Luminosidade: deve ser plena.

Colheita: pode ser iniciada 3 meses após o plantio, devendo ser realizada nas primeiras horas do dia, seguida de uma adubação em cobertura.

Dependendo das condições climáticas e dos tratos culturais, a hortelã japonesa pode proporcionar até três colheitas ao ano.

Pragas: a hortelã japonesa pode ser atacada por cochonilhas e pulgões.

[captura]

Naturezas química e farmacológica

Partes utilizadas: folhas.

Constituintes químicos: mentol.

Formas de uso: chá, tintura e lambedor.

Indicações: Descongestionante nasal ,sedativo do estômago, combate gases, náuseas, vômitos, coceiras, irritação da pele, dores de cabeça.

Uso local contra coceiras.

Toxicologia: quando o seu uso é prolongado ou se for tomado à noite, pode causar insônia.

Receitas caseiras

Tintura

Indicações: dor de cabeça, enxaqueca e irritação da pele.

Ingredientes: 20 g de folhas secas ou 60 g de folhas frescas e 100 ml de álcool.

Modo de preparar: colocam-se as folhas secas e frescas em um frasco de boca larga, adiciona-se o álcool e deixa-se em repouso durante 3 a 5 dias.

Após esse período, côa-se e guarda-se em frasco de vidro limpo, esterilizado e seco.

Modo de usar: utilizam-se 10 a 15 gotas no local afetado, de 3 a 6 vezes ao dia.

Prazo de validade: 3 meses.

Lambedor

Ver lambedor de chambá.

Link Úteis:

​E-BOOK GRATUITO: Benzimento com Louro

​E-BOOK GRATUITO: Benzimento com Louro

Aprenda a fazer um Benzimento PRÁTICO e SIMPLES que vai ajudar você e sua família abrir caminhos, eliminar negatividades e para Melhorar a sua saúde física e espiritual!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe o seu comentário!