​E-BOOK GRATUITO: Benzimento com Louro

​E-BOOK GRATUITO: Benzimento com Louro

Aprenda a fazer um Benzimento PRÁTICO e SIMPLES que vai ajudar você e sua família abrir caminhos, eliminar negatividades e para Melhorar a sua saúde física e espiritual!

Nunca mandaremos SPAM para você.

Como Plantar Pimentão

Como Plantar Pimentão

O pimentão é rico em que vitamina?

O pimentão é rico em vitamina A e C e minerais.

É uma hortaliça tropical, adaptado ao clima quente e úmido, sendo uma boa alternativa de produção.

Qual a característica da planta?

A planta é de porte arbustivo atingindo 0,60 m a 0,80 m e as raízes atingem de 0,90 m a 1,20 m de profundidade.

O pimentão é encontrado em varias cores, as mais comuns são: pimentão vermelho, pimentão amarelo e pimentão verde.

Como Plantar Pimentão Vermelho

Principais variedades do pimentão

Qual a variedade recomendada para plantio?

As variedades mais recomendadas para o plantio no Ceará devem ser resistentes a doenças e terem boa produtividade.

Os frutos tem formato cônicos ou quadrados, medindo 10 a 12cm de comprimento por 6 a 7cm de diâmetro, com peso de 90 gramas.

Que variedades são essas?

As variedades de frutos cônicos ou piramidais são:

Hércules, Agronômico 10 G, Cascadura Ikeda, Cascadura Gigante, Agronômico 13 (pimentão amarelo).

Clima e solos do pimentão

Qual a temperatura ideal para o pimentão?

O pimentão é exigente em calor, exigindo temperatura entre 25 a 30º C na formação das mudas e temperatura um pouco mais amena – 18 a 27º C na fase de frutificação.

E os solos?

Quanto aos solos, devem ser profundos com textura média – areno-argilosos a argilo-arenosos, com pH entre 5,5 a 6,8.

Os solos devem estar livres de encharcamento para se obter melhores produtividades.

Adubação e correção do solo para pimentão

Adubação orgânica

Qual a importância da adubação orgânica?

A matéria orgânica afeta tanto a fertilidade quanto as condições físicas do solo.

Ela funciona como um reservatório de nitrogênio e de outros nutrientes.

Influencia a capacidade de trocas do solo, melhorando as condições físicas, tanto pelo aumento da capacidade de retenção de água como pela melhoria das condições de arejamento, especialmente em solos argilosos.

Fique atento!

Para a cultura do pimentão o ideal é usar 40 toneladas/ha de esterco de gado bem curtido ou 13 t/ha de esterco de galinha ou ainda 6 t/ha de torta de mamona.

Adubação mineral

Qual a importância da adubação mineral?

A cultura do pimentão responde muito bem a adubação mineral, desde que as quantidades de fertilizantes a serem utilizadas, sejam corretamente dimensionadas, tanto em das necessidades requeridas pela planta, como em função das disponibilidades apresentadas pelo solo.

Atenção!

A análise do solo é extremamente importante para a Definição das quantidades e dos tipos de adubos a serem Utilizados.

Dica!

A cultura do pimentão é muito exigente em nitrogênio, potássio e Cálcio, nos períodos de produção.

Quais os sintomas apresentados por deficiência de nutrientes?

Os principais sintomas apresentados por deficiência de nutrientes são:

Nitrogênio

O que vai provocar a falta de nitrogênio?

Amadurecimento precoce das folhas mais velhas enquanto as novas permanecem pequenas e murchas.

Caules finos, frutos pequenos e poucos.

Fósforo

O que vai provocar a falta de fósforo?

Amarelecimento na extremidade das folhas mais velhas, estendendo-se pelas bordas.

As folhas novas ficam pequenas, as flores caem e não há frutos.

Potássio

O que vai provocar a falta de potássio?

A planta para de crescer e as folhas novas apresentam manchas nas bordas, primeiro amarelo, depois marrom.

Cálcio

O que vai provocar a falta de cálcio?

Redução do crescimento das plantas e das folhas novas, que ficam verde claro.

Há morte das gemas terminais, queda das folhas e flores, presença de poucos frutos, pequenos e deformados.

Magnésio

O que vai provocar a falta de magnésio?

Amarelecimento entre as nervuras das folhas inferiores, que se enrolam, queda de folhas e baixa produção de frutos.

Enxofre

O que vai provocar a falta de enxofre?

Amarelecimento das folhas novas, com o limbo ficando ondulado.

Os frutos ficam empalidecidos ou verde-claros.

Recomendações de adubação para plantação de pimentão

Qual a dica para a adubação?

As adubações deverão ser feitas em função dos resultados das análises de solos.

Super dica!

Caso não seja possível fazer a análise de solo, pode ser aplicado por cova, 2 kg de esterco de gado, 100 g de calcário dolomítico, 100 g de superfosfato triplo e 40 g de cloreto de potássio na fundação.

Aos 20, 40 e 60 dias após o transplantio, aplicar 60 g de sulfato de amônio.

Plantio do pimentão

Quando deve ser feito o plantio?

Por exemplo no Ceará o pimentão pode ser cultivado durante todo o ano.

E a semeadura?

A semeadura pode ser feita em sementeiras ou em copinhos.

Onde eu devo fazer a semeadura?

A semeadura em sementeira deverá ser feita em sulcos espaçados de 10 cm, utilizando-se 2 a 3 g de sementes por metro quadrado.

Em copinhos, semear 2 a 3 sementes por copos, a uma profundidade de 1 cm.

Atenção!

As sementeiras devem ser preparadas 15 dias antes da semeadura, misturando-se ao solo os adubos orgânicos e químicos e calcário dolomítico

Como deve ser feito o transplantio?

O transplantio para o local definitivo deverá ser feito em sulcos ou covas, com espaçamento de 0,80 m x 0,40 m.

As mudas estarão prontas para o transplantio quando tiverem 6 a 8 folhas definitivas ou 15 a 20 cm de altura.

Dica!

Para melhor pegamento, a irrigação deve ser suspensa 2 dias antes do transplantio e rigar bastante por ocasião da retirada das mudas.

O transplantio deve ser feito à tarde.

Plantar na mesma profundidade que a muda estava e fazer a seleção das melhores mudas.

Utilize também o plantio em garrafas pets.

Como Plantar Pimentão Amarelo

Tratos culturais para pimentão

Tutoramento

Qual a importância do tutoramento?

É muito importante para evitar o tombamento da planta.

Deve acompanhar todo o ciclo da planta.

O amarrio deve ser feito com cuidado para não ferir a planta.

Capinas

Como pode ser feita a capina?

Pode ser feito com enxada ou com herbicida.

O mais usado é com a enxada.

Deve-se ter o cuidado de evitar ferimento nas raízes.

A finalidade é manter a cultura livre da concorrência de ervas.

Desbaste

Desbaste? O que é isso?

É uma operação que consiste em eliminar os brotos laterais, principalmente os que se localizam abaixo de bifurcação das hastes principais.

Deve-se utilizar as mãos, pois ferramentas servem para disseminar doenças.

Adubação em cobertura

Como deve ser feita a adubação em cobertura?

A forma mais indicada para adubação em cobertura é em meia lua, ao lado de cada planta, afastada cerca de 5 cm do caule.

Pode ser aplicado a lanço ou em fertirrigação, dependendo da forma de irrigação empregada.

Irrigações

Como deve ser feita a irrigação?

A cultura do pimentão é muito exigente em água e pode ser irrigada por qualquer método de irrigação, desde que se tenha os devidos
cuidados quanto aos controle de doenças.

O método onde se obtém maior eficiência é a irrigação por gotejamento.

Tratos fitossanitários

Quando eu devo fazer a pulverização com defensivos?

As pulverizações com defensivos para o controle de pragas e doenças tem que ser feitas, logo após o aparecimento dos primeiros
sintomas.

Medidas de controle

Quais as medidas de controle?

Para obtenção dos melhores resultados com a cultura do pimentão, devem ser adotadas as seguintes medidas; não fazer o plantio em solo que alague, não fazer amontoa, não fazer a rotação ou plantar próximo a Solanáceas ou Cucurbitáceas, evitar o uso de água poluída e usar sementes de boa procedência.

Principais doenças do tomate

Doenças bacterianas:

Manchas ou pústula bacteriana

Quando as manchas afetam a planta?

Afeta a planta em qualquer idade, sendo mais grave na sementeira.

Se desenvolve mais rápido com muita umidade.

Ataca também os frutos, dando lesões de cor parda com bordas elevadas, contaminando a semente.

Como é feito o controle?

O controle é feito com medidas preventivas com tratamento térmico das sementes, desinfecção da sementeira e rotação de culturas.

Pode ser utilizado pulverizações com oxicloreto de cobre associado ao propineb.

Murcha bacteriana

Murcha bacteriana? Quando ela de manifesta?

Se manifesta no período da frutificação e se caracteriza pela ocorrência de podridão das raízes com escurecimento dos vasos.

Raramente aparecem sintomas na parte aérea da planta.

Como é feito a comprovação da doença?

A comprovação da doença se faz da seguinte maneira: corta-se a planta a dez centímetros do solo.

Mergulha-se o sistema radicular em um vaso com água.

Se for a murcha bacteriana, no dia seguinte a parte cortada apresenta exudação de um pús leitoso nos vasos.

E o controle?

Não existe controle para esta doença.

Deve-se evitar o plantio em solo contaminado.

Podridão mole ou canela reta

Como ocorre a podridão mole?

Ocorre através de contaminação por ferimentos na planta, provocado por ferramentas, insetos, etc.

Quais as características?

As plantas apresentam as hastes enegrecidas e apodrecimento do colo da planta, seguido de morte.

Os frutos atacados apresentam um líquido fétido.

Como é feito o controle?

Como controle deve-se evitar traumatismo nas plantas, excesso de umidade, adubações equilibradas, evitando o excesso de nitrogênio.

Pulverizar com fungicidas cúpricos após a desbrota e combater as pragas.

No controle químico é recomendado o uso de uma mistura de oxicloreto de cobre com clorotalonil.

Doenças fúngicas:

Requeima do pimentão

Requeima do pimentão? Quando aparece?

Se manifesta da sementeira à fase de produção.

No canteiro provoca o tombamento das mudas chamado de “damping off”.

Nas plantas adultas causa podridão das raízes e colo, lesões necróticas encharcadas e pustulentas no caule, folhas e frutos, mumificação dos frutos, que ficam pretos, enrugados e sem cheiro.

Este fungo ataca mais em locais frios (15 a 18º C) e úmidos.

Como é feito o controle?

O controle é feito com clorotalonil, captafol ou propineb em associação com tiofanato metílico, metalaxil ou mancozeb.

Antracnose

Quando se manifesta a antracnose?

Se manifesta em qualquer fase de desenvolvimento da planta desde que haja umidade e temperatura alta.

Atenção!

Na sementeira causa o tombamento das mudas.

Nas plantas adultas causa lesões nas folhas, caules e frutos.

Apresenta lesões circulares deprimidas de diâmetro variável e com bordas definidas.

Como é feito o controle?

O controle é feito com fungicidas à base de benomil e maneb.

Onde é comum o aparecimento da doença o espaçamento deve ser maior, para permitir um bom arejamento e deve-se evitar o plantio em épocas que a temperatura e umidade são elevadas.

Ferrugem

Quando se manifesta a ferrugem?

Se manifesta nos períodos mais úmidos e quentes, atacando a parte aérea da planta, dando-lhe uma coloração amarelo-dourada.

Os órgãos afetados ficam retorcidos e encarquilhados enrugados, ocorrendo super brotação.

Como é feito o controle?

O controle é feito com fungicidas à base de maneb, carboxin, oxicarboxin ou enxofre solúvel.

Podridão de esclerotinia

Onde a podridão de esclerotinia ataca?

Ataca o caule, provocando a murcha dos ramos e das folhas.

A área afetada fica parda escura, com nódulos de cor preta na área central.

Como é feito o controle?

A doença é controlada com fungicidas à bases de maneb e zineb.

Damping – off

O que provoca o damping-off ?

Provocado por fungos que vivem no solo, ataca as radículas e o caulículo, logo após a germinação da semente.

Na fase de mudinha ataca a região do colo, provocando o tombamento e morte da planta.

Como é feito o controle?

O controle é feito tratando-se as sementes à base de thiram ou dichlone e as sementeiras com brometo de metila.

Como é feito o combate?

O combate à doença é feita com pulverizações à bases de thiocarbamato ou mancozeb.

Podridão de algodão

O que a podridão de algodão ataca?

Ataca os frutos, causando lesões deprimidas e profundas do tipo podridão mole.

Com alta umidade os frutos doentes ficam cobertos por flocos esbranquiçados, semelhantes ao capulho de algodão.

Como é feito o controle?

O controle pode ser feito com fungicidas à bases de mancozeb associado com clorotalonil.

Mancha de alternária

O que a mancha de alternária ataca?

Ataca a parte aérea da planta em qualquer idade.

Nas folhas causa lesões necróticas de cor marrom, circulares e elípticas, ficando depois irregulares.

Ataca da mesma forma as hastes e pecíolos.

Nos frutos causa a podridão seca.

Como é feito o controle?

O controle das sementes é feito com thiram, captan ou dichlone e nas plantas, pulverizações com fungicidas à bases de captafol, clorotalonil ou propineb, associados com metaloxil, thiofomato metílico ou mancozeb.

Doenças viróticas

Vírus “Y” da batatinha

Vírus “Y” da batatinha?

É típica da batatinha, podendo atacar algumas variedades de pimentão, causando redução das folhas, enrugamento do limbo, áreas cloróticas nas folhas, crescimento retardado da planta, pouca frutificação e frutos deformados, pequenos e manchados.

É conhecido também como vírus da risca.

É transmitido por pulgão.

Como é feito o controle?

O controle é feito usando-se variedades resistentes e combatendo os insetos vetores.

Vírus do anel do pimentão

Quais as características do vírus do anel do pimentão?

Se caracteriza pela presença de anéis amarelos nas folhas e nos frutos.

Este vírus pode permanecer no solo por muito tempo e é transmitido por nematóides, além de insetos vetores.

Vira cabeça

Quando o vira cabeça ataca?

Ataca a cultura em qualquer idade, principalmente nos primeiros dois meses.

Causa o arqueamento para baixo das folhas jovens, com necrose e enrolamento dos folíolos, riscos no caule e às vezes sintomas parecidos ao do mosaico.

Como é feito o controle?

O controle é feito com o uso de variedades resistentes e combate aos insetos vetores, especialmente os trips.

Principais pragas do tomate

Insetos

Pulgão

Pulgão? O que é isso?

Inseto pequeno, alado, de cor verde, que vive em grandes colônias (grupos).

Além de causar o encarquilhamento e enrolamento das folhas é responsável pela disseminação do mosaico e outras doenças viróticas.

Como é feito o combate?

O combate é feito com inseticidas à base de methamidophos, phosfamidon, thiometon, mevinphos, pirimicarb, etc.

Deve-se tomar todas as precauções recomendadas pelo Engenheiro Agrônomo e pelo fabricante.

Lagarta rosca

Lagarta rosca? O que é isso?

É o estágio larval de uma mariposa de hábitos noturnos.

Tem coloração verde ou parda escura e atinge até 40 mm ou 4 cm de comprimento.

Durante o dia fica no interior do solo, e à noite se alimenta da planta, rolando o caule na altura do solo.

Algumas plantas antes de morrerem apresentam sintomas semelhantes à deficiências de minerais.

Como é feito o controle?

O controle deve ser feito quando do preparo do solo, revolvendo-o, para expor as larvas e pulpas à ação dos inimigos naturais.

Pode ser usado, quando do ataque, pulverizações com carbaryl, diazinon, deltametrina ou methomyl.

Trips

O que são trips?

São insetos pequenos com 2 a 3 mm de comprimento, cor preta e alados quando adultos.

Vivem abrigados no interior das flores, nos botões florais e nos brotos, ou sob as folhas novas e velhas, de onde sugam a seiva com que se alimentam.

São os responsáveis pela transmissão da virose do vira cabeça do pimentão.

Como é feito o combate?

O combate deve ser feito com inseticidas à base de phosfamidom, thiometon, mevimphos, methamidophos ou pirimicarb, nos primeiros 45 dias após o transplantio.

Vaquinha

Vaquinha? O que é isso?

É um pequeno besouro de coloração esverdeada, com 6 mm de comprimento, tendo três manchas amarelas nos élitros.

A larva é de cor branca leitosa, medindo 10 mm ou 1  cm de comprimento, possuindo uma placa supra anal de cor escura.

Como é feito o combate?

O combate deve ser feito com inseticidas à base de carbaryl, malathion, fenitrothion ou dichlorvos.

Broca pequena do fruto

Broca pequena do fruto? O que é isso?

É uma larva de mariposa que deposita seus ovos nos frutos recém-formados.

Os ovos ao eclodirem, dão origem a pequenas lagartas que perfuram os frutos, se desenvolvendo no seu interior.

Os frutos ficam imprestáveis para o consumo.

Como é feito o combate?

O combate deve ser feito sobre os frutos com inseticidas à bases de carbaryl ou diazinon.

Ácaros

Pode ser branco, vermelho ou rajado.

Ácaros? O que eles causam?

O ácaro branco causa o arqueamento para baixo, das folhas e o enrolamento dos folíolos, com paralisação do crescimento das gemas terminais e formação de folhas deformadas e em tufos.

Os frutos atacados ficam pequenos, retorcidos e com áreas irregulares na casca, de aspecto áspero e escuro.

Como é feito o combate?

O combate é feito com pulverizações acaricidas à base de propargita ou tetradifon.

Quais as características do ácaro vermelho?

Ácaro vermelho apresenta duas manchas escuras próximas à cabeça.

Ataca a face inferior da folha, provocando manchas esbranquiçadas ou prateadas.

A face superior da folha fica com coloração bronzeada antes de secarem e caírem.

Quais as características do ácaro rajado?

Ácaro rajado é visível a olho nu, tendo a forma oval, com duas manchas pretas sobre o dorso que é de cor amarelo-esverdeado e coberto de longos pelos.

Produz manchas descoradas que ficam amareladas e depois ressecadas.

Na face inferior da folha aparece uma teia para recobrir os ovos.

Como é feito o combate?

O combate é feito com aplicação de acaricidas à base de chlodobenzilate, omite ou tetradifon.

Nematóides

O que os nematóides atacam?

Atacam as raízes, produzindo nódulos ou galhas.

Na parte área os sintomas são murcha, amarelecimento e morte das plantas.

Como é feito o controle?

O controle é feito com nematicidas à bases de carbofuram.

Pode ser usada a manipueira.

Evitar solos infestados.

Colheita e comercialização do pimentão

Como Plantar Pimentão Verde

Quando devem ser colhidos os frutos?

Os frutos devem ser colhidos verdes pois a grande maioria dos consumidores os preferem neste estágio.

A colheita é feita manualmente, cortando-se o pedúnculo do fruto com cuidado.

E qual é o ciclo?

O ciclo da cultura da semeadura à colheita varia de 80 a 100 dias, prolongando por mais 30 a 45 meses.

Importante!

A média de frutos por planta é da ordem de 12 a 15 frutos, representando 10 a 20 t de frutos comercializáveis por hectare.

Dica!

Os frutos devem ser classificados e embalados em galpões, ao abrigo do sol.

A embalagem é feita em caixa tipo tomate, de 15 kg ou de plástico tipo cruzeiro.

Atenção!

A produção deve ser feita de acordo com as exigências do mercado, optando-se por frutos quadrados ou cônicos.

Dica!

Deve-se levar em conta a época de produção.

Onde é mais fácil produzir mais, o preço é mais baixo.

Qual o custo de produção?

Os custo de produção dependem do tipo de técnicas empregadas o que irá se refletir no rendimento esperado.

Aprendemos

  • Que o pimentão é rico em vitamina A e C e minerais
  • As característica da planta do pimentão
  • A temperatura ideal para o pimentão
  • O solo ideal para o pimentão
  • A importância da adubação orgânica
  • A importância da adubação mineral
  • Os principais sintomas apresentados por deficiência de nutrientes
  • As principais doenças
  • Os principais pragas
  • Quando colher os frutos
  • Como plantar pimentão amarelo, vermelho e verde

Links Úteis

​E-BOOK GRATUITO: Benzimento com Louro

​E-BOOK GRATUITO: Benzimento com Louro

Aprenda a fazer um Benzimento PRÁTICO e SIMPLES que vai ajudar você e sua família abrir caminhos, eliminar negatividades e para Melhorar a sua saúde física e espiritual!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

2 Comentários

  • No lugar que planto , o pé de pimentão não cresce , e os frutos apodrecem , ficando moles e dando uma água por dentro .

    Que faço ?


Deixe o seu comentário!